Desafios para a prática da leitura no Brasil

 

Ler é viajar, conhecer novas cultura, novos hábitos, estimular a mente e fazê-la imaginar coisas que só você consegue pensar, porém o habito de leitura entre os brasileiros diminui a cada ano. De acordo com o estudo da pesquisa “Retratos da Leitura no Brasil”, de 2016, entre 2011 e 2015, a estimativa de brasileiros que consomem livros passou de 50% para 56%, totalizando 104,7 milhões de pessoas. Com isso, você pode estar se perguntando: “Se aumentou o consumo de livros, como o hábito de leitura pode estar diminuindo?”. A questão é que nessa pesquisa não houve um filtro de gêneros, ou seja, foi considerada toda e qualquer leitura de livros, seja ela acadêmica, religiosa ou literária.
Diante disso, ainda temos que avaliar quais dessas pessoas que participaram dessa pesquisa realmente terminaram de ler os livros, quais realmente leem por prazer e não por obrigação, pois o hábito da leitura não é ter que ler os livros da faculdade, é a pessoa realmente ter interesse e pegar um livro sem precisar que outrem a obrigue.

 

Durante os anos na escola, as crianças e os adolescentes são estimulados a ler, porém, isso vai diminuindo quando se chega perto dos anos finais ou perto do Enem e dos Vestibulares. Aí a situação muda, não há mais leitura de livros literários, a carga horária dobra, não há tempo para se dedicar a leituras que não sejam escolares e assim, esse jovem cresce sem esse estímulo e se torna um adulto que não lê e nem tem mais interesse porque não tem mais tempo ou porque tudo perdeu a graça.
Outro ponto importante é que a leitura, para muitos, não é nem considerada quando se pensa em lazer, considerando que há tantas outras atividades mais atraentes, não é difícil entender o porquê, porém ela é única e a experiência que se tem ao ler um livro que você realmente quer ler é libertadora, pois é na leitura que se pode instigar a sua imaginação, sua percepção de mundo, fazer com a solidão seja diminuída e, além disso, se for um livro físico não gasta ‘internet’.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *