Envelhecer no Brasil e os seus desafios

[…] a questão é que falta estrutura para a inclusão de idosos na sociedade, por mais que o Estatuto do Idosos (2003) garantam inúmeros direitos a esse grupo, não está sendo realmente cumprido[…]

Nascemos, crescemos, envelhecemos e morremos, isso é o ciclo da vida se fosse dividido em tópicos, é claro que existem diversas nuances entre essas fases, na vida de alguns esses tópicos são mais curtos que outros. O tema que iremos abordar hoje é o envelhecer, na realidade será mais como é envelhecer no Brasil.

O ser humano é um animal que precisa de cuidados a vida inteira, principalmente no início de sua vida e quando está com uma idade avançada, deve ser por isso que existe um ditado que diz que quando nos tornamos idosos voltamos a ser criança, por mais que boa parte da sociedade nutra essa visão de que idosos não podem se virar e necessitem sempre de cuidado isso não se aplica a todos. É claro que existe um grupo que realmente precisa de pessoas ao lado, cuidando dele, mas muitos idosos ainda se mantém na ativa.

De acordo com a PNAD Contínua (Pesquisa Nacional por amostras de domicílio), 1 em cada 4 idosos com mais de 60 anos já estão invadindo o mundo da internet. Esse dado reforça a ideia de que são necessários mais espaços de inclusão na sociedade pra essa turma nova (ou não) que está chegando, velhas políticas públicas não cabem mais nos idosos do século 21.

Antes de continuar nesse papo de que os nossos “velhinhos” estão mais ativos é preciso entender o cenário social que estamos vivendo. A expectativa de vida aqui no Brasil é de 75 anos idade, o que mexeu na pirâmide etária brasileira de um jeito que nunca tínhamos visto antes, de acordo com o IBGE até 2030, 30% da população será composta por idosos e esse fato é surreal, creio que muitos de vocês aprenderam na escola que a pirâmide do brasil é de base larga e topo fino, porém nos últimos anos isso tem modificado e só tende a continuar em transformação.

E o que essas mudanças refletem na nossa sociedade? Então, a questão é que falta estrutura para a inclusão de idosos na sociedade, por mais que o Estatuto do Idosos (2003) garantam inúmeros direitos a esse grupo, não está sendo realmente cumprido. Tanto que não é raro de ver nos noticiários alguma matéria mostrando idosos que foram maltratados (física ou psicologicamente) por seus filhos, parentes ou até mesmo por seus cuidadores, segundo a OMS (pesquisa feita em 2017), 1 em cada 6 idosos sofre alguma violência. No Brasil, os números de denúncia são tão altos que chegam a representar um idoso agredido a cada dez minutos.

Abrindo um parêntesis imaginário, caso vocês saibam de algum idoso que passa por maltrato DENUNCIE, DISQUE 100. Não se cale.

Continuando, outro fator que é precário e continua sendo um desafio na vida dos idosos é a baixa escolaridade. De acordo com o SIS (Síntese de Indicadores Sociais), 67,7% dos idosos começou a trabalhar aos 14 anos de idade e 65,5% só possui o ensino fundamental, o que quer dizer que para essa grande parcela da sociedade, os empregos são limitados, por conta do seu baixo grau de escolaridade, os limitando a depender de auxílios governamentais e de seus familiares para sobreviver.

 

Por Fernanda Dias – Estudante de Comunicação Social – Publicidade e Propaganda – UFS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *